Buscador

Guitarra galega e argentina: Um elo comum em Rianjo

Mulheres rianjeiras © by Coleção de Xosé Pérez. Concelho de Rianjo.
No Fundo Local de Música do Concello de Rianjo é mantida a pegada das relações galaico-argentinas surgidas pela forte emigração.No fim do século XIX o fundo oferece, entre mais elementos, a descoberta de um professor de guitarra e compositor desconhecido, Agustín Gómez, ativo em Buenos Aires, graças à mediação do seu aluno, o rianjeiro e guitarrista, Andrés Pérez García.

A família Ronzi e os fundos galegos para guitarra

Retrato de Giuseppina Ronzi © 1833-35 by Karl Briullóv / Wikipedia
Giuseppina Ronzi foi uma das divas da ópera italiana na primeira metade do século XIX, ao nível de Giuditta Pasta, Pauline Viardot e Maria Malibran.Admirada por Donizetti, o compositor escreveu para ela "Gemma di Vergy," mas também "Roberto Devereux", onde interpretou o papel da Rainha Elizabeth.

As orquestras de plectro na Galiza (1)

La casa de la Troya © 1915 by Librería de la Viuda de Gregorio Pueyo
Na Galiza o termo rondalla pode significar qualquer grupo musical que toca pelas ruas e não se usa sempre para referir os grupos de cordofones, por isso aqui escolhemos o nome de orquestras ou grupos de plectro, ou orquestras de guitarras/violas.

A guitarra plebeia de Montes

Juan Montes, «6 Baladas gallegas» © Dominio Público
Depois da morte de Montes (1840-1899), que coincide no mesmo ano que a do guitarrista Parga, a sua música continua a tocar-se e as orquestras de plectro galegas que nas primeiras décadas do século XX estão em plena efervescência, interpretam a sua música como emblema de galeguidade.

A guitarra «española» e o seu efeito na Galiza (4)

Corcubião, Concerto no jardim  © 1921 by Romero / Jano Lamas
Na guitarra do século XX há um elemento que experimenta um desenvolvimento linear, sem contrastes, progressivo e in crescendo, que começa no último terço do século XIX e cuja cimeira é atingida nas últimas décadas do século XX.

A família Veiga-Valenzano e a guitarra

Vittorio Reggianini (1858-1938).«La soirée» © Dominio Público
...Mis Zaida es una bandurrista notable, que siente el arte con todas sus delicadísimas emociones.Hizo maravillas ejecutando el "Ave María" de Gounod, la "Alborada de Veiga" y otros números.La afamada artista recibió estruendosa ovación que con ella compartieron los hábiles guitarristas que la acompañan.

Fundos galegos de música para guitarra (2)

 Cartel de Canuto Berea y Cia © by Dominio Público
Em 1853 publica-se A gaita galega do violinista e guitarrista João Manuel Pintos Villar, petrúcio duma família ilustrada da Ponte Vedra que entesourou o fundo musical e guitarrístico mais importante dessa época.

Fundos galegos de música para guitarra (1)

Álbum de Fernando Torres Adalid, p. 71 © 2021 by Isabel Rei Samartim
Enceto com o presente uma série de artigos sobre a música para guitarra na Galiza, que aborda aspetos musicais, históricos, sociais, organológicos, iconográficos, educativos e estilísticos em volta do uso desse cordofone, e outros membros da família, em terras galegas desde Revolução Francesa até a Grande Guerra.

Pilar Castillo (I): La infancia de las hermanas Dora y Pilar Castillo

Pilar Castillo © 2020 by M. Baliñas
Aún es mucho lo que nos falta por conocer de la música gallega de los últimos doscientos años, pero es evidente que hay un momento especialmente interesante porque nos habla de una vida musical muy rica tanto en las grandes ciudades como en villas de mediano tamaño: las décadas finales del siglo XIX y el comienzo del siglo XX.

1885-1889: Andrés Gaos en Madrid

Andrés Gaos en 1885 © Dominio público
Andrés Gaos ingresó en la Escuela Nacional de Música y Declamación de Madrid donde, entre el otoño de 1885 y la primavera de 1889, realizó la carrera de violín con Jesús de Monasterio, con media de sobresaliente.
Publicidad